quinta-feira, 28 de junho de 2012

Interpretação de texto - Chapeuzinho Verde


A personagem da história que você vai ler é muito conhecida, apesar de não morar mais no mesmo lugar e estar bastante diferente. Na história original, ela tem uma vovó que certa vez andou adoentada e...
Se ainda não sabe de quem estamos falando, prepare-se para uma surpresa…

CHAPEUZINHO VERDE
Augusta Faro Fleury

Havia alguns anos que Chapeuzinho Vermelho mudara do bosque para a cidade. Mesmo assim, fazia questão de usar chapéu, até para ir à aula de música.
Morava com a avó, já velhinha, mas, ainda, muito animada, conversadeira e ótima nos quitutes da cozinha. Vovó sempre recordava o dia em que Lobo Mau a engolira inteirinha, sem uma mordida nem um arranhão. E vieram os caçadores, abriram a barrigona do lobo e encheram-na com pedras ásperas, aos montes! Mas Lobo Mau bebeu muita água, ficou tempos doente e acabou se recuperando. Aprendeu a lição? Não sei, não.
No momento, Lobo Mau, que é primo do Lobo Bom, mora numa jaula do zoológico. Vovó até visita o bicho. Sem medo nenhum, ainda leva broas de fubá, que ele saboreia, feliz da vida! Às vezes, ele convida vovó para sentar um pouco, contar novidades. Vovó, discreta, agradece, dizendo que tem pressa, porque o céu é pura carranca de chuva. Sabe como é, né? Os sinaleiros entram em pane, as árvores desmontam, enfim, é o maior auê. Só chover!
Lobo Mau, que não é tão mau assim (é médio), compreende a desculpa da vovó e vai cochilar no canto quentinho da jaula, enquanto não vem muita gente visitá-lo.
E Lobo Bom? Fugiu do bosque para matas distantes. Por quê? Os homens vinham chegando, chegando, com suas motosserras, e arrebentando tudo. Lobo Bom, filosofando, repetia: “O homem é o mais selvagem de todos os animais, o pior deles. E ainda é estúpido, estraga sua própria moradia, que é a natureza!” Chapeuzinho fica pensativa e sempre comenta isso nas aulas com seus colegas. Havia até fundado um clube dos Protetores do Verde.
O clube fazia muito sucesso e era bastante movimentado. O pessoal gostava e ajudava. Queriam, assim, acordar muita gente sobre os perigos de violentar animais, plantas, poluir rios e mares, desmatar a torto e a direito.
Chapeuzinho Vermelho, por isso, trocou a cor de seu chapéu. Agora só usa um bem transado, moderninho, hiper verde-clorofila. Chapeuzinho Verde sempre diz que, no Brasil (aliás, em todos os países tropicais), as pessoas deveriam usar chapéu, constantemente, por dois motivos principais:
1°) Proteger-se dos raios solares, porque a camada de ozônio está cada dia mais frágil e o sol tornou-se perigoso para a pele. Até cancerígeno pode ser, já pensou?
2°) Chapéu é um enfeite superelegante e embeleza o rosto de moças, meninas, mulheres e velhinhas.
Mas ainda é uma moda que não pegou. Mas deverá acontecer isso nos próximos anos, fala Chapeuzinho Verde, toda sabereta!
Pois é, o tempo passa, mesmo. Aliás, voa. E o bosque onde Chapeuzinho morava? Tornou-se um deserto horroroso, uma sequidão terrível! Os rios por perto secaram e os que sobraram são córregos malcheirosos. “Que tragédia! Que tristeza!”, diz vovozinha, assustada.
Disponível em <http://www.odiarioverde.com.br>. Acesso em novembro de 2010.

Ásperas: de superfície irregular, desiguais.
Pane: interrupção no funcionamento de um mecanismo.
Filosofando: pensando, raciocinando.

1.    Qual é a personagem principal dessa história?
Chapeuzinho Vermelho, que, ao final da história, troca a cor de seu chapéu, tornando-se Chapeuzinho Verde.
2.    A personagem principal dessa história está presente em uma outra história bastante conhecida. Qual?
A história Chapeuzinho Vermelho e o Lobo Mau.
3.    Se vovó não tem mais medo do Lobo Mau, por que ela não se demora quando vai visitá-lo?
Ela não consegue esquecer o que se passou. No fundo, ela parece ter medo do Lobo Mau.
4.    Para o Lobo Bom, qual é a causa das mudanças no bosque?
As ações do homem, que, para ele, é o mais selvagem dos animais.
5.    Que iniciativa de Chapeuzinho Verde mostra que ela é muito ligada à natureza?
Ela fundou um clube de protetores do verde.
6.    Hoje, o que deixa a vovó de Chapeuzinho triste e assustada?
O estado em que se encontra o bosque onde morava. Ele tornou-se um deserto.
7.    A palavra “sabereta” não é registrada no dicionário, e sim “saberete”, que significa “pessoa metida a saber tudo”. Para você, essa palavra foi bem empregada no texto? Por quê?
Resposta pessoal.
8.    No texto, qual é o significado de acordar na seguinte passagem: “Queriam, assim, acordar muita gente.”
Informar as pessoas, fazer com que ficassem conscientes (no caso do texto sobre os perigos da destruição da natureza).
·         Você sabe outro sentido da palavra acordar? Diga qual e mostre uma frase em que acordar tem o sentido que você conhece.
Resposta pessoal. Uma possibilidade: despertar, sair do sono/ Eu acordei hoje às 5 horas da manhã.
9.    Que trecho do texto sugere que o narrador da história não acredita muito nas boas intenções do Lobo?
 “Aprendeu a lição? Não sei, não”


Um comentário: